Vem com a gente!

Desça Ícaro



By  Coletivo Poesia Marginal     16:00:00    Marcadores: 

          Não há material mais tenaz que um sonho, não há nada mais frágil que algo vindo do reino onírico.
          Certamente a vida tem suas esquinas, escolhas e possibilidades. Vários tapas nas costas encorajadores, ignorando o medo do escuro, que te persegue por toda a vida, você pode até vir a ser grande.
          Mas este não é mais um belo texto motivacional dizendo que a vida é bela, que todas as portas lhe estão abertas e só te basta a coragem para atravessar, que a tristeza e arrependimentos são as escolhas mal feitas. Isso é mentira! O mundo é mau. A vida é difícil e, escrever algo diferente disso faria minha mente secar como uma maldita uva passa e deixar de ter qualquer conteúdo.
          Existe uma linha invisível que cruzamos ao envelhecer, passamos de crianças a adolescentes(a pior época da vida de um ser humano, ou se é um zé, ou um babaca convencido) e de adolescentes a adultos. Até aí todos nós sabemos disso e você leitor deve estar com uma pergunta na cabeça... e daí? A velhice nos cobra um preço terrível, ela nos dá um pedaço de sabedoria. Não confundam conhecimento com sabedoria pois, como um sábio e engraçado homem já me disse "conhecimento é saber que tomate é fruta, sabedoria é não coloca-lo na salada de frutas".
          Talvez o lado negro da sabedoria seja a sua natureza de mãe que, por mais que você se recuse a ouvir o que a mesma diz, sabe que ela não se calará até que além de ouvir aja como alguém que ouviu e acatou. A sabedoria é um funcionário velho que sabe como fazer todos os serviços da área, e te segue com os olhos até você fazer tudo certinho, ou seja, do jeito dele.
          Mas realmente deixando as alusões de lado um instante, o que finalmente quero, é dizer que num dito instante da sua vida, a noção de certo e errado vem e você vai ter que se virar com isso, não parece muito não é, mas com isso, tal quando nossos ancestrais morderam do fruto, você conhecerá o bem e o mal.
          O bem e o mal, o abraço e o tirar uma lasca, o conselho e a fofoca, o pai e o amigo de bar.
      Quando cruzamos aquela linha invisível, quando ganhamos o superpoder do conhecimento do bem e do mal, então entendemos a maior e mais fatal verdade do mundo: Toda magia tem seu preço 'MR Gold'. Nossos sonhos, nossas fantasias se tornam criveis e fascinantemente palpáveis, alcançáveis e fáceis...pelo preço certo.
          Não nos prendamos a discutir o preço do onírico com dinheiro físico, Sandman não precisa de dinheiro.
          É de fato muito clichê, mas muito mesmo, dizer que toda escolha tem seu preço, e que escolher o sim é perder o não e vice-versa, isso um cão de rua sabe. Digo agora das boas escolha que atrapalham escolhas.
          Como por exemplo você vai cursar um curso integral tendo que criar um filho? Como você vai arriscar uma federal comprando uma casa em outra cidade? Como você vai iniciar uma carreira profissional e deixar o certo pelo duvidoso? Tudo isso, e só citei três coisas pra não gastar meu teclado, são escolhas. Escolher tanto um como o outro nessas ocasiões seria se der certo, seguir o sonho mas, e se der errado? Esse é ponto crucial das decisões de quem tem que trabalhar pelo próprio sonho ao invés de ganhar de mãos beijadas e postar "yolo" nas mídias.
          Cada sonho não realizado, é um gosto amargo a mais no seu paladar.
          Não se engane leitor, eu seu que "todo sonho é possível"(eu ri escrevendo isso), mas só é possível pelo preço certo, e esse preço são pessoas. Pessoas que ficarão do seu lado, pessoas que irão te deixar, e você se for jovem deve estar pensando" mas se a pessoa não sonha com você ou não te ajuda a segui-lo então essa pessoa não é pra você", queridinho, as pessoas não sabem o que querem tão facilmente, se você soube, sou seu fã. Mas o fato é que as vezes ou quase sempre, precisamos de conselhos e guias, e infelizmente, as pessoas ao seu redor sempre acharão que você deve trilhar o caminho mais fácil e largo. Isso destrói seus sonhos, e pior, faz pesadelos, sonhos de outros começam a povoar suas noites, e então você aceita esses conselhos "bem intencionados".
          "De boas intenções forra-se o caminho para o inferno"
          As pessoas querem ajudar, elas realmente querem, e digo que além do todo poderoso( e dane-se se você acredita ou não o blog é meu) ninguém sabe o que é melhor pra você e assim sendo, sempre te indicarão formulas prontas para o sucesso e caminhos pré trilhados para a prosperidade rasa. Ok, Pareço estar sendo(gerúndio) mal agradecido, mas não, apenas sei a diferença entre falar e fazer.
          Ninguém sabe dizer do o caminho, o que te dão são coordenadas de um GPS da depressão e do desespero, esperando que você ouça " a voz da razão" sempre cegamente.
          Agora para tentar finalizar esse texto onde eu escrevo a mesma coisa com mil rodeios digo, que essas coordenadas dão em erro ou em mais amargura, e o pior, quando dá em erro a culpa é só sua e nunca dos mal aconselhadores e dos insistentes e cobrantes amigos e familiares, é só sua, afinal você aceitou os conselhos você executou os planos. Se dá "certo" e a a amargura lhe seguir pro resto da vida, ninguém jamais te entenderá, afinal você fez o que quis da sua vida não é?!
          Agora finalmente finalizando, pense, quantos homens e mulheres você conhece que reclamam da profissão? Não digo o cargo ou a empresa, isso realmente pouco tem haver com desempenho e escolhas, a não ser que você creia que em tempos de recessão todos queiram o desemprego. Quantas pessoas você não conhecem que fizeram " o que era mais seguro e certo"?
          Por isso abandone seus sonhos, prepare os sorrisos amarelos, e seja feliz se puder, mas desça Ícaro.
          A vida é um caos, e a covardia é sempre recompensada.

Originalmente postado em: http://universoauxiliar.blogspot.com.br/2014/12/desca-icaro.html

38 comentários:

  1. É um texto incrível, apesar da tom lamurioso e descrente. E apesar disso, acredito que quem lê pode interpretá-lo de acordo com sua realidade. Pode ser concordante e derrotista, ou pode se opor a ideia, continuando a sonhar, ou simplesmente refletir e se sentir desafiado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Creio que o texto é incrível justo pelo tom lamurioso (:

      Excluir
  2. Que texto interessante. Gostei muito.
    Os sonhos no levam pra cima como Ícaro, mas é preciso ter os pés no chão mesmo que não literalmente né?! Eu discordo do que é expressado pelo seguinte, devemos manter a esperança de que coisas boas podem acontecer sabe? Eu acho que os sonhos nos impulsionam a ser pessoas melhores. Conheço muitas pessoas que reclamam de tudo, mas isso faz parte da pessoa que ela é, assim como conheço pessoas que não reclamam mesmo não fazendo aquilo que gostam.
    Beijo
    https://qadulta.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Bem reflexivo esse texto, e ao ler me peguei respondendo algumas passagens, principalmente sobre as escolhas que fazemos e as pessoas que tem fórmula pronta para tudo. Me identifiquei com suas palavras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ficamos felizes que tenha se identificado, Danielle (:

      Excluir
  4. Olá Huiran, tudo bem?

    Achei o texto muito interessante e reflexivo. Acho que podemos interpretar conforme nossa realidade. Sonhar é essencial, mas devemos também manter os pés no chão. Acredito que devemos fazer o melhor, esforçar para que as coisas boas aconteçam, só sonhar não basta!

    ResponderExcluir
  5. O texto faz a gente pensar em vários aspectos da vida. Mas o fato é que devemos ser sempre otimista, mesmo quando tudo estiver uma grande bosta. Lá vem eu com mais um conselho nem tão sábio assim.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  6. Olá, achei um texto interessante e concordo em partes. Acredito que devemos sempre correr atrás de nossos sonhos e nos esforçarmos para realizá-los e jamais abandoná-los. Mas eu acho muito importante manter o pé no chão e colocar a mão até onde se alcança.

    ResponderExcluir
  7. Olá, Huiran!
    Concordo com seu texto em algumas partes e discordo em outras. Ter os pés no chão é importante, é verdade. Mas sonhar também é. Talvez a gente quebre a cara, talvez dê tudo errado. Mas... Pode dar certo também. Viver é um risco! ;)

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
  8. Oi, tudo bem?
    Achei o texto muito interessante, embora discorde em algumas partes.
    A vida adulta é de fato difícil, principalmente pelas escolhas que precisamos fazer e por termos que enfrentar diretamente as consequências delas. No entanto, apesar de saber que devemos ser sempre racionais ao tomar decisões, não podemos esquecer dos sonhos. Não podemos desistir deles sem nem ao menos tentar (e muito). Ninguém é totalmente feliz ou realizado, mas cabe a nós chegar o mais perto disso que pudermos.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só discordo da ultima parte de seu comentário, acho um fardo grande demais para se atribuir dessa forma.

      Excluir
  9. Que texto incrivel!!!
    Fiquei até perdida em pensamentos, acho importante ter sonhos e metas mas também é importante ter os pés no chão mesmo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem?

    Intenso, desesperado, sofrido, lamurioso, desesperançado e reflexivo... Mas o que é, de fato, ser feliz? O que é, de fato, o que queremos? Agora é continuar e esperar para ver se vamos dar conta do preço da velhice. A cada dia de vida que se passa estamos um dia mais perto da morte. Adorei o texto e estou divagando horrores. rs

    Beijo.
    Ana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ficamos felizes que tenha tido esse efeito em você, Ana (:

      Excluir
  11. Agradeço a participação de todos, caso importe, sou adepto da filosofia de morpheus de Sandman de Neil Gaiman, é a esperança que mantém de pé um inferno.

    Leiam Sandman, é um experiência única, e leiam mais dos meus textos claro(kkk) não sou adepto da modéstia, tem muita coisa boa nos meus blogs.

    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem? Gostei do texto, esse tom meio pessimista, intimidador... Bem legal e pode ser interpretado de várias formas por quem o lê. Gostei! Te desejo sucesso e parabéns pelo blog!
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Não adianta apenas sonharmos senão vamos fazer nada em relação a isso. Manter a esperança é sempre bom e nos dá força. Um texto bem reflexivo, mesmo que em alguns momentos senti algum pessimismo.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Não vale a pena viver sonhando e esquecer de viver", não é mesmo?

      Excluir
  14. Oi, tudo bem?

    Uau, adorei! Uma baita reflexão.
    Trouxe o texto para a minha realidade e percebi que, em relação ao meu sonho, eu tô bem direcionada. Mas me peguei pensando na minha faculdade. Tô quase me formando e, apesar de não ser a profissão que quero construir carreira, me permite sonhar e fazer várias coisas certas. A vida não tem um guia, verdade, e muitas vezes quebramos a cara, mas acho que são nossas horas que percebemos que podemos transformar as coisas dolorosas em ótimas. Sonhar é difícil, porque significa que precisamos ir além da nossa imaginação, mas acho que vale a pena não somente por causa de nós, mas por causa dos outros - sou a idealista que acredita que um sonha sempre pode transformar as vidas alheias pra melhor hehe.
    Parabéns pelo texto! :)

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  15. Olá, tudo bem? Ótimo texto para refletirmos a vida. Tem seus lados pessimista, mas também um lado esperançoso. Gostei!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Belo texto.
    Gostei muito.
    Deveria-se entender que é algo doloroso, mas é apenas real fazer escolhas e elas devem ser feitas mesmo que nos arrependamos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente, Débora. Obrigado pelo comentário (:

      Excluir
  17. Olá! Bonito texto, parabéns. Ótimo você compartilhar no blog.
    As escolhas são necessárias, apesar de tudo.
    muito sucesso, bjoooo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nos esforçamos para compartilhar o melhor conteúdo (:

      Excluir
  18. Oie...
    Adorei o texto! Ele nos faz repensar vários aspectos da vida ;)
    Parabéns pelo post... Você tem muito talento .
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De fato, Hui é muito talentoso.
      Obrigado pela visita (:

      Excluir
  19. O texto tem um duplo significado maravilhoso. Dependendo de como você se sente ao ler, pode ser positivo ou negativo e isso é fantástico. Esse trecho foi simplesmente incrível "mas realmente deixando as alusões de lado um instante, o que finalmente quero, é dizer que num dito instante da sua vida, a noção de certo e errado vem e você vai ter que se virar com isso".
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  20. Oi, Huirian ^^
    Bom, esse texto me fez refletir sobre muitas questões abordadas.
    Acredito que quando uma pessoa te dá um conselho - quando você pede - e você o segue a culpa é totalmente sua pelos erros que esse conselho poderá acarreta, mas ao mesmo tempo também será da pessoa que te aconselho pois a mesma não te deu um baseado no que tu acredita, te deu baseado no que ela fez ou que gostaria de ter feito.
    Pedir conselhos é uma via perigosa pois ninguém, de fato, sabe o que o outro pensa completamente. Tem pessoas que nem se conhecem completamente, o que dirá outra pessoa conhecê-la e saber o que é "melhor" para ela.
    Acredito em sonhos, mas quando os mesmos se tornam metas, quando você traça um plano concreto para realizá-los. Quando você só diz "eu sonho em..." e não faz absolutamente nada para isso acreditando que cairá do seu um gênio da lampada mágica para realizar os seus sonhos eu ai já não concordo e deixo a pessoa viver nesse conto ilusório de que os sonhos iram se realizar.
    Eu hoje em dia quando dou um conselho sempre digo que é baseado no que eu vivi, no que eu aprendi e que esse conselho pode muito bem não servir para a pessoa. Acredito que a palavra não seria conselho que eu dou, mas compartilhar as minhas experiências de vida. É, é essa a palavra certa.
    Parabéns pelo texto que mesmo tendo um tom melancólico não deixa de deixar o leitor a refletir quando o mesmo se permiti ler, de fato, todo o texto.
    Abraços.

    ResponderExcluir